4 Comentários

Melhores Filmes que talvez você não viu #01: Ichi the Killer

Aquele momento que um filme foi, tão genialmente doentio, que ele fica no seu top 1 de filmes doentios e no comum. Ichi the Killer é desses.

Ichi the Kiler é um filmes japonês de 2001, baseado no mangá de Hideo Yamamoto (do ótimo Homunculus, comprem e leiam da Panini) e dirigido pelo famoso diretor Takashi Miike. Conta a história de Anjo, um chefe da máfia japonesa, a Yakuza, desaparece com três milhões de ienes. Os membros de sua gangue, liderados pelo masoquista Kakihara (Tadanobu Asano), saem em busca de Anjo, mas os métodos extremamente violentos do novo líder acabam chamando a atenção negativamente de gangues rivais. Tudo piora quando ele contrata o misterioso assassino psicopata Ichi (Nao Omori), controlado por um policial aposentado.

Já aviso logo, não li ainda o mangá que inspirou o filme, mas achei o filme excelente, mas muito doentio.

Quando eu digo que é doentio mesmo, há muitas cenas de tortura, violência, além do tradicional (e meio cômico) jorrão de sangue. Se você curte ver cenas desse tipo, parabéns, esse review está te indicando o filme certo, se não curte, leia o resto da seção e veja se tem algo que te agrade, esse filme é pra poucos, bem poucos mesmo, não recomendado para pessoas com problemas cardíacos, estômago fraco, dores de cabeça, pessoas com facilidade de ter pesadelos e coisas assim.

Mas, o filme é bem por isso que eu gosto, sempre fui fã do gênero do Horror/Terror, o mesmo é amado e odiado por mim, aliás, preparem o estômago e o teste de coragem, tomei vergonha na cara e ao longo do tempo devo postar mais coisas do gênero que eu nunca vi, começo hoje com Ichi the Killer.

Mas filmes asiáticos também sempre foram do meu agrado, não sei explicar bem, mas tem um “sexy appeal” neles que me atraem e eu sempre acabo curtindo, e Ichi the Killer é um desses, tanto que já faz parte das minhas memórias numa listinha de “Melhores filmes que você já viu”.

Ichi the Killer tem uma direção muito boa, eu tive má impressão do diretor quando assisti Sukiyaki Western Django, era um filme meio sem “nem pé,nem cabeça”, meio tedioso e com história nada interessante, mas aqui a coisa é diferente, ele não te poupa das cenas gore que o filme apresenta, talvez se o filme não fosse pelos japoneses, nem veria a cor do dia e nem duvido que ele tenha sido banido de alguns países por esse motivo, o filme não te poupa nem ao ponto dos personagens serem cools.

Ichi é um cara serial-killer super fodão que ao mesmo tempo consegue ser um chorão que sofreu bullying excessivo (tendo inclusive o fetiche de se masturbar para pessoas sofrendo, ou seja, um sádico de marca maior), seja a ser pertubador ver um personagem assim, você tem a sensação de nunca saber se ele vai fugir ou vai encarar o que o ele teme, mas o ator Nao Omori tem muitos méritos nisso, apesar de eu não ter lido o mangá, existe um OVA chamado “Episódio 0” da história, e eu o identifquei como Ichi de cara, talvez sua atuação seja daquelas que fica marcado na sua mente e toda vez que você vê um filme com o ator diz: “Ih, olha lá o ator do personagem X/Y”. Em suma, o ator consegue bem transmitir todo o sofrimento e a criancice de Ichi, chegando a ser meio pertubador ver até mesmo ele chorando.

Outro que se sai muito bem é o Tadanobu Asano, ele no filme interpreta o mal configurado masoquista Kakihara. Ele é um ponto do filme que te dá medo sem precisar de gore, a começar pelo seu rosto que é aberto e preso por uma espécie de piercing, ainda mais com o fato de que ele é masoquista, tendo prazer quando leva socos e pedindo até para que façam com mais vontade, e com sua personalidade mal encarada só deixa tudo mais genial, fora que o próprio ator passa tudo que eu falei aqui muito bem, é pra bater palmas.

A violência do filme em si não é a das mais reais, até pela já citada “jorrada de sangue”, muitas ocorrem de uma forma meio exageradas, mas é meio explicável, até por Ichi ser uma obra de Horror, logo tem que fazer algo que realmente incomode as pessoas que estão assistindo, há muitas cenas pós-massacre do Ichi que a sala fica literalmente infestada de sangue e tripas, mas também há a dose de humor pra lá de negro da história, temos uma cara sendo jogada contra a parede durante um massacre do Ichi, não sei bem a que referência exata isto é, mas eu entendi como ao filme “Os olhos sem rosto”.

As cenas de tortura são ótimas e muito bem feitas, e além disso são muito, mas muito doentias, é um nível de bizarrice absurdo, só para ter idéia, uma das cenas o cara prende uma pessoa com ganchos em pleno ar, perfura ela com espetos e ainda joga óleo de fazer comida bem quentinho nas costas da pessoa, não é para fracos não, amiguinho.

Outro ponto interessante do filme é que apesar da violência não ser bem real, as mortes são, ninguém morre na hora, há aquele drama antes da morte, as reações emocionais são muito presentes.

Mas nesses massacres tem o problema de adaptação que um mangá costuma ter, muitos personagens sem função, muitos deles nem vou citar, já que eles morrem no meio do caminho, já que como o filme tem um tempo “curto”, muitos acabam sendo lembrados apenas como alguém que foi massacrado pelo Ichi, só há realmente um pequeno conjunto fora os dois principais que ficam até o final do filme, que seria o Jiji, o Kaneko e o filho dele, a maioria aparece morre e tu continua a ver o filme, talvez no mangá tenha um aprofundamento maior de cada, não sei…

Uma das cenas com mais humor negro está com Jiji, ele é um personagem bem estranho, ao ver ele tu pensa: “Ele é apenas um velho fraquinho”, ai no final ele tira sua roupa (não toda, olha lá,hein) e mostra que é musculoso, quase não me aguentei de rir sério, Jiji é um daqueles da série dos “Velhinhos fodões”, é uma graça mesmo esse personagem.
O final do filme é bem tosco, meio que feito pra encerrar de uma vez o filme, ele não tem muito aprofundamento, até pela falta de tempo (se fossem dois filmes, ai sim), mas ele chega a ser meio engraçado, há cenas bem legais neles, há muito do Ichi, apesar de tudo é uma cena bem legal, foi uma batalha final bem engraçado digamos, altas doses de humor negro estão numa cena só.

Eu acho que Ichi merece uma recomendação é um filme muito divertido, cheio de cenas de Ação e bem pipocão (apesar de que se tiver estômago fraco nem coma pipoca, hehe), é um filme que merece ser visto, ele me empolgou ainda mais a ver mais filmes do diretor e ainda ler o mangá, detalhe que ele foi no dia que eu estava comemorando o filme 1400, ele foi visto antes do 1400 e roubou a cena sendo mais divertido que o filme comemorativo (foi a versão japa de O Chamado, de nada), enfim, merece ser visto ao menos uma vez, se não gostar pode xingar, dei motivos o suficientes para amar ou odiar. Bem, assistam!

Da seção de filmes não-americanos que você deve ver com toda a certeza do mundo, hein.

4 comentários em “Melhores Filmes que talvez você não viu #01: Ichi the Killer

  1. Que texto chato, hein?

  2. Kara do céu, não acredito que você achou esse filme “doentio”, acabei de assistir e esse filme é uma piada kra, não, sério kra, esse filme era para se indicado para crianças até 11 anos, fracooooo, fraquuiiinho, eu já estava com ele na minha lista para assistir há tempos, mas nunca dei muita atenção, ai li essa postagem e resolvi assistir, minha nossa, o filme é pura comédia kra, fala sério, os jorrões de sangue, os efeitos em 3D que são uma piada, meu, que filminho fraco kra, eu tava na maior expectativa e confesso, o filme tem uma história incrível, tinha tudo para ser demais, mas decepciona!!! os atores, os personagens, meu, na boa kra, esse filme é um lixo total, o Ichi é um personagem legal, já o Kakihara é um bundão, nada haver kra, vou te recomendar um filme decente com boa história, bons personagens e um filme de verdade, assista o filme coreano Oldboy (excelente) e também suas continuações, Simpatia pelo Sr. Vingança (ótimo) e o “mais ou menos” Lady Vingança, bem melhores que esse filminho fraquiiiiiinho que é o Ichi The Killer….

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: