4 Comentários

Ginga Tetsudou no Yoru (Night on the Galactic Railroad) – Uma viagem pelo caminho das estrelas

Ginga Tetsudou no Yoru, ou em inglês Night on the Galactic Railroad é uma história que fala basicamente sobre a aceitação da morte.

Lembram dessa cena em Mawaru Penguindrum?

O mundo para onde Campanella e os outros passageiros estão indo!

“O mundo para onde Campanella e os outros passageiros estão indo!”

Ela se referia a essa história.

Aliás, estava pensando, ao olhar a cor dos cabelos…

Shouma e Kanba

Giovanni e Campanella

Seria Shouma o Giovanni, e o Kanba o Campanella?

Eu acredito que essas cores foram escolhidas para homenagear este filme…

Essa animação é de 1985 e é baseada em uma curta história popular infantil, escrita por Kenji Miyazawa.

Miyazawa Kenji

Não confundir com Kengo Miyazawa.

O filme é dirigido por Gisaburou Sugii, que já dirigiu animes como Glass Mask(primeira versão), Genji Monogatari e Street Fighter II V.

E é produzido pelo estúdio Group TAC, que também produziu animes como Twin Spica, Capitain Tsubasa, entre outros.

Nessa história, o protagonista é Giovanni, um garoto solitário que mora
em uma cidade em uma colina.

No anime ele é representado pro um gato azul, pois haveria certos problemas se fosse representado por um ser humano.

Giovanni

Certo dia, Giovanni foi buscar o leite para sua mãe doente e de repente se viu cruzando a via-láctea em um trem mais rápido que a velocidade da luz. Nessa jornada ele passa por várias constelações, aonde encontra vários tipos de pessoas.

O filme tem um ritmo bem calmo, é basicamente uma obra contemplativa.

Ele se divide em diversos capítulos, vou falar sobre cada um deles.

Essa parte vai conter spoilers do filme todo, se não assistiu não leia.

É mais para quem quiser entender o filme depois de vê-lo e quiser discutir as questões abordadas.

1 – A Aula de Astronomia

O filme começa com Giovanni assistindo a uma aula.

A cena de zoom na escola é bem curiosa, a câmera se move aleatoriamente enquanto se houve sons de sinos junto com outros sons bizarros.

Na aula conhecemos Giovanni e seu amigo Campanella.

O pai de Giovanni saiu em uma viagem e há muito tempo não volta.

2 – Loja de Impressão

Giovanni vai a uma loja de impressão trabalhar.

(é, só acontece isso hehe)

3 – Casa

Com o dinheiro do trabalho, Giovanni compra pão e açúcar.

Em casa, ele encontra a mãe doente e conversam sobre a ausência do pai, que disse que ia pescar no norte e nunca mais voltou.

Falam sobre Campanella, o melhor amigo de Giovanni, que é filho de um amigo de infância do pai de Giovanni.

Depois sobre o Festival das Estrelas, que deve acontecer à noite.

Giovanni sai para pegar o leite.

4 – A noite do festival do Centauro

Giovanni se distrai no caminho com uma peça que lembra a galáxia, ele é bem fissurado no assunto.
O leiteiro fala para Giovanni buscar o leite mais tarde.

5 – O cruzamento no centro da cidade

No caminho de volta, Giovanni enxerga Campanella no festival.

6 – O pilar de Elysium

Giovanni começa a andar por um caminho enorme até um jardim e começa a observar as estrelas.

Uma pirâmide verde de luz aparece e um clarão, de repente Giovanni se vê de frente a um trem.

É aqui que começa o filme de verdade.

“Estação galáctica! Estação Galáctica!”

Diz uma voz de dentro do trem.

7 – Estação Galáctica

Dentro do trem Giovanni encontra seu amigo Campanella.

Campanella está com as roupas molhadas…
Isso porque ele já está morto, ele morreu afogado.

Giovanni não sabe disso, ou ele sabe mas reluta em acreditar, o filme dá margem para as duas interpretações.

Campanella tem um guia da ferrovia galática, ele pergunta se Giovanni também não tem um.
Giovanni não tem pois Campanella está morto, mas Giovanni não.

Pela janela eles vêem flores de genciana florescendo.
Giovanni fala para eles descerem e pegarem algumas, mas já era tarde, o trem já estava longe do campo.




8 – Cruzeiro do Norte

Giovanni comenta que sua mãe deve estar preocupada.
Campanella questiona se poderia fazer algo para que sua mãe ficasse feliz de verdade.

A cena a seguir mostra que o arrependimento dele é sobre ele ter se afogado.

Giovanni ainda não sabe disso, mas se mostra incomodado pela idéia, talvez ele saiba no fundo, mas não quer aceitar a realidade.

Ao olhar pela janela, os garotos vêem um mar brilhante… e em uma minúscula ilha flutua uma cruz.



9 – A costa do Plioceno

O trem pára em uma Estação e os garotos descem para dar uma olhada.

A estação está vazia, não tem ninguém.
Apenas vários objetos deixados para trás.


Eles encontram uma porta pequena, que leva a uma escada.

Eles chegam ao centro de uma cidade.
Mais uma vez lá não tem ninguém.

Eles encontram mais uma escada, que leva à costa do Plioceno.

Finalmente eles encontram pessoas, são arqueólogos escavando.
Após conversar um pouco, os dois precisam ir embora, pois o trem irá partir em breve.

Ao voltarem, a cidade mudou completamente, virou toda de pedra.


Foi uma viagem de 1,2 milhões de anos.

10 – O caçador de pássaros

(vulgo Bird catcher)

Um novo passageiro sobe no trem, ele é um caçador de pássaros.
Após capturar os pássaros, eles são comidos.





Surge mais um passageiro, um homem que cuida de um farol.

O caçador de pássaros desce na estação.
A bagagem que ele esqueceu desaparece.

Do lado de fora, os garotos observam como ele faz seu serviço.




Ao final, o homem cai no chão e assim como acontece com suas presas, os cisnes, ele desaparece.
E reaparece dentro do trem.

11 – O operador de rádio cego

Um velhinho cego se junta eles, ele é o operador de rádio.

Ele ouve uma mensagem e pede para Giovanni anotar.


12- O observatório de Albireo

A mensagem, como informa a velhinha que aparece, é o hino 306, um hino cristão do século 19 conhecido como “Mais perto Meu Deus de Ti”:

“Mais perto meu Deus a Ti mais perto de Ti em embora seja uma cruz que levanta-me
Ainda todas as minhas canções serão mais perto meu Deus de Ti
Mais perto meu Deus a Ti mais perto de Ti…”

Esse é o trecho que é cantado.
O hino é baseado em Genesis 28:11–19.

É famoso por um mito que diz que essa foi a última música tocada pela banda antes do Titanic afundar…

13 – O bilhete de Giovanni

Um fiscal aparece para conferir os bilhetes de passagem.
Giovanni não tem um(porque ele está vivo!)

Mas de repente aparece um bilhete no bolso dele, provavelmente obra de Campanella.
O bilhete dele é diferente, é um bilhete muito raro.

O caçador de pássaros desaparece, no banco onde ele estava sentado, Giovanni vê um pó de estrelas desaparecendo…

Os dois garotos percebem como ele fará falta.

14 – Maçãs

Um rapaz com duas crianças entram no trem.
Ele diz que o navio aonde eles estavam acertou um iceberg e afundou…

Lembra a referência ao titanic com aquele hino?
Eis de onde veio as preces que o Operador cego tinha escutado.

O rapaz conta que ele é o tutor das crianças, e eles iam se encontrar com o pai delas.

Ele conta como aconteceu a tragédia, e como vários pais e mães tiveram que se separar de seus filhos e não pôde salvar as crianças.

O velhinho diz:

“Eu não tenho certeza do que a felicidade realmente é.
Mas se você continuar no caminho da verdade, mesmo nas mais terríveis condições, você pode subir qualquer montanha,
não importa o quão alta ela seja.”

Obviamente essa é uma mensagem também para Giovanni, que terá que seguir em frente sem seu melhor amigo.

O velhinho então oferece uma maçã para o tutor.
Ele então divide a maçã entre todos eles.



Se você viu o último episódio de Mawaru Penguindrum, eis aqui mais uma referência.


“Vamos dividir a fruta do destino.”

Do lado de fora do trem, eles vêem pombos negros, e várias maçãs em uma floresta.
Começa a tocar o hino 306.

15 – A sinfonia do novo mundo


Agora eles passam por um campo de milho e chegam na próxima estação.
Eles vêem um menino que já viram antes em frente de uma casa.

16 – As chamas do Escorpião


Essa parte é bem interessante, e importante para o final do filme.
A menina conta a história das chamas do escorpião.

O escorpião que queimou até morrer e que até hoje ele está em chamas.

O escorpião matava os insetos e os comia, até que um dia uma fuinha o encontrou.
O escorpião correu e caiu em um poço bem fundo.

Então ele pensou
“Por quanto tempo eu comi aquelas outras criaturas?
E dessa vez que eu era a presa, eu corri morrendo de medo.
E olha o resultado, eu morrerei nesse poço, sozinho.
A vida é cheia de incertezas. Eu poderia ter dado mais um dia de vida
para a fuinha com meu sacrifício.
Mas agora, minha morte não vai ajudar ninguém. Eu sou inútil.
Por favor, Deus, eu lhe suplico, de coração, ouça o meu pedido.
Na minha próxima vida, não deixe que eu seja inútil.
Deixe-me usar meu corpo para a felicidade de todos no mundo.”

Então o escorpião ardeu em chamas, formando um grande brilho vermelho.
E com a luz de seu corpo em chamas, ele iluminou a noite para sempre.

17 – O Cruzeiro do Sul

Eles chegam ao vilarejo do Centauro, aonde está acontecendo o festival das estrelas.
O tutor e as crianças devem descer, para poder ir para o céu, apesar da relutância do menino.

Ao olharem fora do trem, os garotos vêem a enorme cruz.
Dessa vez, várias pessoas se dirigem a ela.
São as várias pessoas que morreram e agora estão indo para o céu.

Só restaram Giovanni e Campanella…
Porém, Campanella não pode continuar no trem, pois ele também faleceu.

Agora ele precisa se despedir de seu amigo.

18 – O saco de carvão


Fora do trem, Giovanni vê a nebulosa do Saco de carvão, um buraco no céu.
Campanella aponta para o campo que é o verdadeiro Céu, e é onde está a mãe dele.

Giovanni vê um poste de luz no meio das estrelas.
Ao se virar… Campanella se levanta, e Giovanni não consegue alcançá-lo.

Campanella se despede de seu amigo e deixa o trem.


As lágrimas de Giovanni se tornam estrelas.



19 – O rio negro

Giovanni acorda no jardim aonde ele tinha parado para observar as estrelas no início do filme.
Ele se lembra que deixou a mãe esperando em casa, e vai pegar o leite.

No caminho, um amigo avisa Giovanni que Campanella caiu no rio!

Apesar das buscas, não conseguiram encontrar Campanella…

Em sua tristeza, Giovanni pede a Deus para ser como o escorpião em chamas.
Para estar sempre junto de seu melhor amigo, que agora está nas estrelas.

Resumo Final

Night on the Galactic Railroad é um ótimo filme, com uma grande lição de vida, e é bem like a Mawaru Penguindrum como mostrado algumas vezes, logo creio que quem gosta de Mawaru, gostará desse filme, fica a dica, é um ótimo filme, como poucos filmes de animação japonesa são.

4 comentários em “Ginga Tetsudou no Yoru (Night on the Galactic Railroad) – Uma viagem pelo caminho das estrelas

  1. sabe onde encontro em br??

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: