2 Comentários

Strike Witches e a diversão com as lolis sem calça

Fun,  fun,  fun  with Lolis com as pantsu à vista, resumão sobre o que é Strike Witches. Mas não se engane, esse anime é muito divertido.

Strike Witches é um projeto de anime original lançado em 2008 pelo estúdio Gonzo (Welcome to the NHK!, Saki, Last Exile), e por conta da crise do estúdio começou a ser produzido pelo AIC (Acchi Kocchi, Persona 4) que conta com 3 mangás, duas light novels, um OVA, 2 temporadas para TV, além de um filme que estreou esse ano no Japão.

A história se passa no ano de 1939 – que foi quando os Neuroi apareceram. Ninguém sabia de onde eles vieram ou o que pretendiam, mas o fato era que seus ataques expulsavam as pessoas de suas terras e cidades. Em ordem para obter armamento contra eles, a humanidade criou uma nova arma anti-Neuroi chamada unidade Striker. Usando o poder da magia para lutar contra os monstros, este novo dispositivo melhora e amplifica o poder de garotas com poderes mágicos. Para usar este dispositivo, jovens bruxas de todo o mundo são reunidas para formar uma força-tarefa de elite chamada “501ª esquadra de caça conjunta”, popularmente conhecida como “Strike Witches”.

Atenção: À partir daqui pode conter spoilers sobre a série.

Inicialmente, isto aqui é algo que me surpreendeu, devido a sua qualidade, além de ser divertido à beça.

Para quem vê inicialmente as imagens e coisas relacionadas a Strike Witches deve pensar: “Ah, isso daí deve ser apenas fanservice, afinal, olha só, nem calças as garotas usam!”, o que não é nenhuma vergonha, afinal antes de ver,  este foi meu pensamento.

Neste mundo, existem algumas meninas e mulheres que têm o poder mágico. Elas são muito raras. Seus picos de energia ocorrem quando são adolescentes, e desaparecem consideravelmente no momento em que chegam aos 20, e continua enfraquecendo até o fim de suas vidas. Cada bruxa tem diferentes tipos de poderes, mas cada poder tem apenas uma bruxa. Quando elas usam o seu poder, temporariamente crescem orelhas de animal e uma cauda. É sempre o mesmo animal para cada um, mas eles variam muito. Yoshika são de uma espécie de cão. Lynette são de um gato. Charlotte tem orelhas de coelho. Francesca tem as orelhas e cauda de uma pantera e Wilcke são de um lobo.

Não se sabe bem ao certo de onde vem a inspiração deste anime. Para mim, o anime é uma moeficação da linha de 11 aviões de combate da Segunda Guerra Mundial “Strike Witches”, talvez no máximo cada personagem tenha uma breve inspiração nos pilotos, só talvez mesmo.

O mundo construído aqui é muito interessante e diferente (e ao mesmo tempo bem semelhante) do nosso,  apesar de muito parecido,  ele tem seu próprio carisma que é muito legal.

Vamos conhecendo mais dele, ao ver a onde cada Neuroi atacou, por exemplo, Gallia (França) foi destruído totalmente. Eles também destruíram grandes partes de Karlsland (Alemanha). E parecia que Britannia seria o próximo ponto que os Neuroi destruiriam. É aí que as Strike Witches estão, e onde devem lutar sua guerra. Elas têm uma base em uma pequena ilha, ao largo da costa do que poderíamos chamar de Kent. (É visualmente baseado em Mont Saint-Michel, na França).

A América do Norte, por exemplo, é drasticamente diferente, o Japão é chamado de “Fuso”. Roma é a capital da Romagna. Moscou é a capital da Orussia.  O país Yeager é chamado de “Os Estados Unidos da Rebelião”, não “Os Estados Unidos da América”.

As lutas aqui são muito bem animadas, mas as batalhas são tratadas com um único objetivo: Destruir os Neuroi. Estrategicamente, o plano de ataque é o mesmo sempre: atacar e distrair o inimigo até o seu núcleo poder ser localizado, e assim em seguida, destruir o núcleo e matá-lo.

Taticamente, estas lutas acontecem de forma diferente sempre devido às bruxas diferentes, sendo em combate, bem como a implantação dos Neuroi com uma grande variedade de tipos. Existem algumas que são bem fáceis, mas boa parte é no suor mesmo.

Um dos problemas da série está na falta de um fundo mais militar de Yoshika Miyafuji, isso no começo causa inclusive muitos problemas que acabam tendo que serem compensados por suas amigas, mas isso é resolvido ao decorrer da série, já que a sua treinadora Mio Sakamoto melhora e muito suas habilidades.

Uma coisa bem interessante da série é a grande variedade de armas e de estilos de lutas que são usados pelas meninas nas séries, o que é mais legal é que todos funcionam bem no que se propõe: é dar a quem assiste a série uma batalha junto do CG que a série usa. Os Neurois mesmo têm uma qualidade bastante interessante e elegante, tudo isso a prol de que na época da S1 recuperar a reputação do Gonzo, que estava bem ruim.

Existem alguns episódios que podem ser chamados de “fillers”, pois focam mais no desenvolvimento dos personagens, como o episódio 7 que é bastante engraçado e que funciona muito bem. Isso torna Strike Witches uma obra de duas caras, um ótimo Sci-Fi junto de um fanservice com bastante comédia para agradar a todos, o que é um dos pontos positivos da série.

Mas ai também mora o problema, já que esses episódios nem sempre podem agradar a quem não está a fim de ver, já que há realmente bastante fanservice, o que para alguns pode ser o suficiente para um drop no anime todo.

No fim eu recomendo sim Strike Witches, o anime me surpreendeu positivamente, é um anime bastante agradável para passar o tempo e para quem curte os elementos citados aqui é uma ótima opção do que ver e que venha o filme (no The Motion Picture, em breve)!

2 comentários em “Strike Witches e a diversão com as lolis sem calça

  1. Existe história então? E elas “vencem” no final ou algo assim? Sempre achei que fosse só fanservice, fanservice, fanservice.

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: