Deixe um comentário

Sword Art Online: O Fim de Aincard – Episódios 11 a 14

Bom, desculpem pelo atraso com os posts sobre SAO, mas tive contratempos primeiramente meu PC queimou deixando-me sem internet 36 dias, mas aqui estou novamente para falar sobre esse que atualmente se tornou um anime muito popular. Primeiramente devido ao atraso falarei sobre os quatro episódios finais do arco de Aincard finalizando o game de SAO que apesar do anime em si continua com o mesmo nome a nova estória se passa em ALfhein, mas não abordarei ALfhein nesse post, mas deixarei para o próximo post.

Após a traição de Kuradeel que quase causou a morte de Kirito, nosso protagonista e Asuna decidiram tirar férias da linha de frente e se casaram indo morar no 22º andar. A atmosfera do anime já vinha sofrendo grandes mudanças desde os episódios anteriores então um episódio com um clima completamente romântico já era esperado e como já havia dito nos posts anteriores além de ver o anime estou lendo sua light novel aonde essa parte da história chega a ser mais melosa que no anime. Bom, algumas pessoas não gostaram da melação dizendo que em um jogo de sobrevivência ter os dois brincando de casinha é o cumulo, isso é algo que eu discordo, pois a estória originalmente é focada na relação entre os personagens e em como a personalidade dos protagonistas muda e evolui ao longo do caminho.

O casal vinte está vivendo uma relação muito bonita apesar da melação, mas quem aqui não gosta de uma estória melosa de vez em quando? Bom, enquanto aproveitavam a lua de mel passando o tempo todo juntos encontraram uma garota inconsciente um dia enquanto passeavam em uma floresta próxima a um lado ainda no 22º andar. Então levaram a garota para casa enquanto pensavam qual seria a razão dela estar perdida na floresta inconsciente. No dia seguinte a garota acorda, aparentemente a única coisa que ela se lembra é o próprio nome Yui e aparenta ter sofrido algum dano mental, pois não consegue falar corretamente e suas capacidades intelectuais parecem as de uma criança pequena, mas por alguma razão ela tratava Kirito e Asuna como se fossem seus pais verdadeiros.

Então após pensarem e trocarem ideias decidem levar Yui a cidade do inicio para ver se encontra os pais da garota, porem o que encontram na cidade inicial foi apenas problemas tendo que salvar algumas crianças que estavam sendo extorquidas por membros da guilda Aincard Liberation Force (ALF) mais conhecida como “The Army”, após salvar as crianças e conversar na igreja com a jovem que os protegia um dos lideres da ALF aparece pedindo ajuda para Kirito e Asuna.

Conflitos de poder estavam acontecendo dentro da ALF, Kibaou aproveitou-se da oportunidade para se livrar do líder da guilda Thinker que foi aprisionado numa dungeon de alto nível completamente sem equipamentos assim impedindo sua fuga. Kirito e Asuna ajudam Yuiler a salvar Thinker, mas inesperadamente um boss com poderes comparáveis as criaturas dos pisos superiores estava presente no local, a morte dos protagonistas era certa, mas então Yui inesperadamente recebe o golpe no lutar deles e o aviso “Imortal Object” aparece sobre a cabeça dela, Yui então destrói o boss com uma espada gigantesca feita de chamas e posteriormente explica que ela recuperou suas lembranças e é na verdade parte do sistema que controla Sword Art Online, mas de alguma forma Yui desenvolveu emoções e tentou aproximar-se de Kirito e Asuna o que causou seu mal funcionamento e perda de memória, o sistema por traz do jogo chamado Cardinal começa a deletar Yui, mas no ultimo momento Kirito consegue invadir o sistema através do painel de controle que Yui deixou aberto. Graças a Kirito, Yui foi apenas transformada em um objeto e salvada em seu Nerv Gear apesar de dentro do jogo ela ter tomado a forma de uma joia que Asuna passou a usar como um coloar ao redor de seu pescoço.

Bom, Yui chamar Kirito de pai e Asuna de mãe foi um pouco de mais até mesmo para mim, eles estarem profundamente apaixonados e casarem além de morar juntos mesmo estando dentro de um jogo de vida ou norte ainda é aceitável e não tenho problema nem um com a melação, muito pelo contrario eles são muito fofos juntos porem um programa com emoções tratar eles como pais foi um pouco de mais, mas como a Yui é muito kawaii eu posso ignorar esse fato

Outro ponto um tanto exagerado, foi o casal vinte ter se apegado tanto a Yui em apenas dois dias eu entendo que ela é fofa e tudo mais e que ter ela junto fazia eles parecem uma família, mas de certa forma isso foi um pouco forçado e esse é um dos pontos negativos que tenho para falar. Devido a coisas que aconteceram antes dava para suspeitar que Yui era um programa, isso é obvio na novel e nem tanto no anime, quem leu sabe do que estou falando.

Agora após todos esses problemas no 22º andar, Kirito e Asuna estavam mais uma vez aproveitando sua lua de mel, o próximo incidente foi engraçado de varias formas. Enquanto tentava pescar sem sucesso algum Kirito conheceu um senhor idoso que também estava preso dentro do jogo, eles conversam bastante e então Kirito o convida para almoçar em sua casa. O fato mais inesperado veio no dia seguinte quando onde esse senhor e Kirito resolveram pescar em dupla para tentar pegar o suposto peixe gigante que no final acabou sendo um mostro de nível baixo o qual Asuna destruiu rapidamente.

Agora comparando esses acontecimentos com quando o jogo começou quem imaginaria que os dois lobos solitários que só queriam saber de terminar o jogo para se livrar de seus fantasmas do passado acabariam juntos e de forma tão melosa? Apesar de tudo gostei muito que os dois tenham terminado juntos e finalmente se entendido apesar de que sinto falta da personalidade mais “tsun” que Asuna possuía no início. Atualmente muitos animes tem tratado de temas com sobrevivência e são todos relativamente sérios então algo que gosto a respeito de são foi esse ponto de relaxar um pouco e até mesmo colocar romance e um pouco de comédia na estória.

Finalmente um dos momentos mais esperados onde Heathcliff líder da Knights of the Blood Oath chama Kirito e Asuna de volta para a linha de frente. Aparentemente um grupo inteiro de jogadores de alto nível desapareceu após entrar na sala do boss do 75º andar. Bom, após se preparem para a batalha nossos heróis dirigem-se para o 75º andar onde encontram Klein e Agil que também irão participar da batalha junto com o grupo de Heathcliff e mais uma dezena de jogadores de alto nível.

O boss desse andar era incrivelmente poderoso, matando jogadores com apenas um golpe e a luta foi longa e desgastante, mas o grupo venceu porem pagando um preço muito, muitos jogadores morreram nessa batalha. O acontecimento, mais incrível ainda estava por vir, Kirito ataca Heathcliff revelando que o mesmo era um objeto imortal assim como Yui, as cidades e paredes… Heathcliff é na verdade Kayaba Akihiko criador de Sword Art Online e único responsável por prender todos os jogadores nesse jogo mortal.

Kayaba Akihiko enfrenta Kirito pela segunda vez após fazer o resto dos jogadores na sala ficarem paralisados, dessa vez Kayaba desativa a proteção do sistema deixando de ser um objeto imortal e mesmo assim Kirito estava para perder a luta, mas quando estava para receber o golpe final Asuna vence a paralisia e toma o golpe em seu lugar Kirito no calor do momento tenta atacar Kayaba, mas acaba perdendo porem antes de morrer desfere o golpe final fazendo com que morram juntos, no final Asuna e Kirito ainda estavam vivos e viam Aincard sendo destruída após todos os jogadores presos terem sido libertados. Kayaba então conta sobre o seu sonho de que o castelo flutuante realmente existia em algum outro mundo cheio de dungeons não exploradas e então desaprece, Kirito e Asuna conta um ao outro seus nomes verdadeiros Kirigaya Kazuto (Kirito) e Yuki Asuna para que possam se encontrar no mundo real.

O que podemos perceber no final do arco de Aincard é que um não vive sem o outro tanto que Kazuto fez Kayaba prometer que impediria Asuna de cometer suicídio caso morresse o enfrentando, o fato de Asuna ter vencido a paralisa para salvar Kazuto mostra o quanto ele é importante para ela. Eles são capazes de se sacrificar para que o outro sobreviva revelando que o amor que um sente pelo outro é muito puro e profundo algo que jamais acontece na vida real e por está razão é uma das coisas que me faz gostar tanto desse anime.

Então Kazuto finalmente acorda após dois anos preso em Sword Art Online e então se levanta mesmo com seu corpo enfraquecido e começa a procurar por Asuna.

Espero que todos estejam gostando do show tanto quanto eu. Sei que é impossível que uma anime agrade a todos, mas realmente é um grande show devido ao fato de misturar um jogo de sobrevivência, com romance e um leve toque de comédia em alguns pontos da estória. Em breve postarei sobre ALfhein Online então estejam preparados para mais um post quilométrico, pois a ainda muitos episódios para se falar a respeito, até a próxima e continuem assistindo SAO.

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: