4 Comentários

Especial de Dia das Crianças – Futari wa Precure Splash Star

Dia das crianças, resolvi falar da primeira temporada de Precure que eu completo, será que eu recomendo?

Precure, para os leigos no assunto, é uma franquia de Mahou Shoujos muito popular no Japão (ao ponto de ter a melhor animação da Toei, atualmente). Foi criada pelo grupo Izumi Todou, começou em 2004 e atualmente está em exibição a sua 9º temporada nomeada de Smile Precure. A temporada em questão aqui é a 3º, chamada de Splash Star, que conta a história de Saki Hyuuga e Mai Mishou, duas garotas que estavam destinadas a se encontrarem. Quando isso acontece, elas conhecem Flappy e Choppy espíritos que vieram da Terra das Fontes. Eles falam que a Árvore do Mundo, que é a fonte da vida nos mundos, está com problemas. Esta árvore é alimentada por sete fontes, as quais seis delas já haviam caido nas mãos dos inimigos, entitulados “Dark Fall”, e estão a procura da última fonte, a Fonte do Sol. Cabe às lendárias guerreiras Pretty Cure protegerem a última fonte e reaver as outras das mãos do inimigo!

Agora ao que interessa, vou responder bem rápido, direto e no cru: Não te recomendo. Não satisfeito? Continuemos.

Mas antes de qualquer coisa, eu até que gostei desse Precure.

Ele é um anime divertido, bem casual, tem umas pá de coisas moes (para quem gosta), mascotes, poderes cheios de purpurinas, enfim, é um anime legal. Não é nenhuma sétima arte, mas se estiver apenas afim de se divertir é até recomendável.

Mas se não for por isso, o motivo que eu não recomendo é até bem simples: O anime é lotado de rodeios, e alguns me irritam.

O motivo que eu não gosto de animes longos demais é por isso, eles não costumam ir direto ao ponto, tem fillers que até em um anime original você logo percebe: “Oh wait, isso não vai levar o plot a lugar algum”. Eu sei que é um anime pra crianças e elas devem curtir isso, mas eu não.

Tem diversos episódios focados no plot de ter a lutinha da semana, é como ver uma novela da Globo, diferença que essa tem metade do tempo. Aquilo serve para nada no plot, mas tá ali, afinal, anime infantil precisa durar 1 ano mesmo mais nada pra contar, sabe-se lá porque disso.

Dá voltas e voltas, passeios, e às vezes essas voltas são tão inúteis que você consegue ficar sem ver e ainda sacar o plot principal, típico de novela da Globo.

Imagine isso como a Avenida Brasil aqui no Rio de Janeiro. Ela é a forma mais rápida de se ir a diversos bairros. Agora pense em Precure como um carro alí, em direção a algum bairro, e no meio do caminho o anime dá um desvio, dá umas voltas, pra só daí voltar a Avenida e continuar o caminho direito.

As personagens não tem lá muito aprofundamento, elas são só meninas moes vivendo vidas moes e por sei lá, pena, topam em ajudar os Espíritos, e não tem um motivo claro, é só aceitar que dá pra viver de boas. As mascotes da série estão lá só pra fazer figuração e explicar algumas coisas, já que quase tudo depende das Precures.

As lutas são bem do gênero Shounen Jump, tem socos, pontapés, purpurina, poder da amizade, e tudo que tiver direito pra criançada curtir a série.

O grande chato da série é que os episódios seguem um padrão que acaba cansando com o tempo, muitos deles poderiam ser apenas das meninas lidando com sua vida comum, mas nos finais precisa, por algum motivo random, aparecer o vilão e perder, como sempre, para elas.

Quando isso começa a se esgotar, a série passa por uma estrada de buracos, então surgem novos poderes e tudo se arrasta até a luta contra o chefão final.

A série poderia ter andando um pouco sem essas batalhas que precisam ocorrer em todo os episódios, bem como poderia ter um pouco mais de aprofundamento na questão de ser Precure, afinal, mesmo com todo dia tendo uma batalha diferente, sua vida não muda, o que é meio sem lá, sem lógica mesmo este anime sendo infantil.

Enfim, o anime é divertido, apesar de tudo que eu disse (que por acaso, é o motivo do descontado de 4 pontos na nota), se quiser experimentar a franquia, bem, eu não me arrependo, só que HeartCatch ainda parece ser melhor…

4 comentários em “Especial de Dia das Crianças – Futari wa Precure Splash Star

  1. Melhor animação, melhor até mesmo que One Piece?

    E bom, acho que qualquer anime longo demais que você assistir em maratona vai te cansar, ou no mínimo você vai tropeçar em um filler fedorento no meio do caminho. Mas assistindo uma vez por semana deve ser divertido.

    • Dizem que sim, mas bem, eu não maratonei digamos assim, eu acompanhei o sub durante o ano todo, mas bem, o Smile eu acompanho “semanalmente” e acho esses episódios também.

  2. Bom eu gosto de Pretty cure assistir todas as meninas,todos os filmes lançados só que legendado,acho que se forem lançando cada franquia em português akih no Brasil sera muito melhor por que tem muita pessoa querendo ver esses animes em português.Eu recomendado para todos que estão presentes que gostam de assistir esse evento legal bjs.

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: