Deixe um comentário

#JumpWeekend: O amor e a aventura através dos espelhos de Kagami no Kuni Harisugawa

Sabe a Shounen Jump? Aquela revista que publicou Dragon Ball, One Piece, Bleach… Sim, aquela revista da Shueisha que todos leem ao menos 1 título. Hoje a  publicação faz niver, e nessa brincadeira temos o #JumpWeekend em homenagem ao aniversário dela. E depois do post de Beelzebub da nossa querida Otomenerd é a minha vez de participar. Para isso trago o review do mangá cancelado mais “aclamado” da revista. E sim, ele é de putaria. Kagami no Kuni no Harisugawa.

Kagami no Kuni no Harisugawa é uma obra de autoria de Yasuhiro Kano (Mx0), foi publicado na Jump de Julho de 2011 e encerrando em Fevereiro de 2012, com 3 volumes e tendo um total de 29 capítulos. O mangá ficou famoso pela sua qualidade e por ter um fim bem legal, o que não acontece com muitos mangás cancelados prematuramente na revista.

Conta a história de Harisugawa, um colegial que é apaixonado pela sua amiga de infância, Mao. Um dia, enquanto ela está sendo atropelada, ele entra em um velho espelho que Mao comprou. Desse dia em diante começa a aventura do rapaz em tentar sair do espelho… só que para isso ele precisa se confessar para seu amor. Mas apenas isso não basta, já que ele precisa ter seu amor correspondido, senão ficará dentro do espelho para todo o sempre e, se sair, será no dia de sua morte.

Bom, depois de tanta introdução, finalmente vamos começar esse review. Não sei muito bem o que dizer desse mangá… só sei que ele é bem divertido.

A obra tem um ritmo legal. Há alguns capítulos são bem chatinhos, mas a maioria é bem divertida, tem um humor bem legal e as pitadas de ecchi e romance ficaram muito bem colocadas (Não parece nem um pouco forçado). Outro ponto positivo é o fato de que os capítulos sempre terminam na hora certa. Quando eu digo isso, significa aquele momento no qual você assiste ou lê algo, e no fim sente o gostinho de quero mais. Os capítulos desse mangá são lotados de “cliffhangers”, e isso torna o mangá muito gostoso de se maratonar.

Tecnicamente, com o potencial da série daria para fazer algo bem grande, de vários e vários volumes (Aliás, que mangá da Jump não dá…). O cancelamento foi anunciado bem cedo, mas o autor é uma daquelas mentes abençoadas: O mangá não começa a ficar meio apressado. Tudo é feito no seu tempo certinho, sem ficar enrolando nem nada. Ele segue bem com a história e dá um fim um tanto natural á série, o que é uma pena ao todo, já que a publicação tinha como continuar lá firme e forte, dando sinais de que ia continuar boa como estava, já que o crescimento da qualidade da série no final chega a ser incrível.

No geral é uma ótima comédia romântica com uma pitada de aventura. É ótimo se você busca algo assim e que também seja curto.

A arte do mangá é boa. o autor consegue fazer um character design bonito, bem limpinho e do qual você não consegue reclamar enquanto lê. Não é um traço lá muito “moe”, mas é um bom traço ainda assim. Outro ponto no qual o autor se sai muito bem é nas expressões dos personagens – Ele consegue fazer um trabalho muito bom em transmitir tudo o que se passa com os mesmos através dos espelhos que movem a história.

Ao contrário de muitos mangás do gênero, o elenco aqui não é muito grande. Ele se resume a praticamente a três personagens principais (Saki, Harisugawa e Satomi) e alguns secundários, dos quais apenas um ajuda realmente a mover a história. Harisugawa é bem o tipo do bom amigo apaixonado: Ele faz de tudo para ver Satomi feliz, salvando e ajudando-a de vários perigos (essa paixão toda que acaba levando ele ao espelho). Satomi é a amiga bonitinha que é assediada por todos e mal nota o amor bem ao seu lado. E por fim, Saki, que acaba sendo aquela garota bonita, mas que não namora ninguém (Oi meninas do Twitter e Fadinha).

No fim, acabo recomendando a leitura desse mangá. Ele é bem legal, é curto e pode ser encontrado até mesmo em PT com uma tradução sem maiores problemas.  É interessante e se encaixa bem como uma diversão de uma tacada só. É realmente uma pena não ter continuado.

E FICA A DICA: o mangá acaba no capítulo 28. O capítulo 29 é só um episódio de praia que tanto faz ler ou não. E não esqueçam de ler os outros reviews do pessoal que está aqui embaixo.

Hakuren (@paulovitorcs) – Esportes na Jump

Another Warehouse(@eduardoketsura_ e @otomenerd ) – Esse | Beelzebub

Mangathering (@OniluapL) – Sket Dance

Mangás Cult (@Nintakun) – Houshin Engi | Cenas de Mangás que Merecem Serem Lembradas

Sakazuki (@_Kiri_LJ) – Eyeshield 21

AnimePortifolio(@AnimePortfolio) – Rurouni Kenshin

Puff no Piripaf (@Piripaf) – Yu Yu Hakusho

Shonen a Cabo (@jrlucario) – Death Note

Anikenkai (@didcart) – Bakuman

Shonen Mania (@MrCaiops@LucasShonen) – Magico | Bleach | Atuais Mangakás da Shonen Jump

Show de Mangá (@Cadmus_Senpai) – Dr. Slump

Realidade ou Ilusão (@sharingandac) – Naruto

Revista Pulo Dominical – Saint Seiya

Netoin! (@cnetoin) – Yu-Gi-Oh!

Mangatologia (@mangatologia) – 3 Primeiras Décadas da Jump

Visual Novel Brasil (@visualnovelbr) – Gintama

Chuva de Nanquim (@Chu_Nan) – Majin Tantei Nougami Neuro

Anime Freak Show (@Gabriel_Sau e @animefreakshow) – I”s | Slam Dunk

Xtreme Divder (@MT_Virus) – Toriko | Katekyo Hitman Reborn! | Hikaru no Go

Omnia Undique (@rubiopaloosa) – Ultimate!! Hentai Kamen

Geekomics (@Roger_Walters) – Busou Renkin

Nahel Argama (@qwertybr) – Nisekoi

Outros posts relacionados a JUMP no blog:

Bleach
Dragon Ball
Bakuman

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: