Deixe um comentário

O mundo lindo e maravilhoso dos micróbios moes de Moyashimon

Pode isso, Arnaldo? Convenceram-me de que micróbios são moes e que eu não devo odiar todos, é isso mesmo, pode? Moyashimon é o nome do causador desse “plot twist”.

Moyashimon é originalmente um mangá seinen de autoria de Masayuki  Ishikawa, publicado desde 2004 na revista Evening. Tem 11 volumes até o momento e sua animação passou no conhecido bloco da Fuiji TV, Noitamina, de outubro de 2007 até dezembro do mesmo ano e foi animado pelo estúdio Telecom Animation Film, além do mesmo ter  tido um Dorama exibido no próprio Noitamina em 2010.

A história fala sobre Tadayasu Sawaki, que tem uma habilidade única. Ele consegue ver e se comunicar com outros microorganismos. É calouro na faculdade de agricultura de Tóquio. A sua habilidade única que tem o valor de um microscópio eletrônico de 1 milhão de ienes: ver microorganismo com olhos nus. Junto com seu amigo de infância, Kei, ele começa uma nova e despreocupada vida como estudante.

Taí uma comédia bem rara de se ver por essas bandas, diferente, ridiculariza a maneira como vemos os micróbios (tanto que eles são representados de uma forma MUITO, mas muito, diferente do que vemos no dia-a-dia), nos apresenta ao seu “fantástico” mundo e nos ensina muito sobre eles.

Mas não é apenas sobre isso o anime; também introduz outras coisas como o descobrimento do que você quer e da sexualidade, culturas e até mesmo a velha e boa amizade, mesmo que a mesma se forme de uma forma bizarra.

Desde o início somos apresentados a vários tipos de personagens, o principal sendo Sawaki, o rapaz em questão que vê os micróbios moes, conversa com eles e ainda consegue tocar nos mesmos.

Yuki Kei, seu afeminado amigo de infância, de quem Sawaki está sempre junto, até que ele parte em uma jornada em busca de si mesmo e some (opa, preciso nem dizer que já citei o que dá essa jornada do Kei).

Além deles, temos o irônico, excêntrico e meio mercenário Itsuki-sensei que deve cuidar de Sawaki em sua jornada para descobrir o que quer da vida, a gótica e meio-tsundere Hasegawa, a dupla dinâmica Kawahama e Misato, duas pessoas sem dinheiro dispostas a qualquer coisa pelo mesmo. E, por fim, temos a paranoica bonita chamada Oikawa, e mais tarde Mutou, uma bêbada que é reconhecida por “Miss Agricultura” por sua beleza. Um elenco bem legal, né? Me lembra Evangelion, só que este é muito divertido, ao contrário do outro.

Assim, a série não tem uma incrível quantidade de enredo. Ele é tratado mais como incidentes separados que ocorrem na vida diária de um calouro de faculdade, que tem de trabalhar nas fazendas de pesquisa nos laboratórios, tudo amarrado junto com um enredo global que desenvolve a série para frente.

É certo que Moyashimon não tem um tema bem definido; no entanto, cada um dos personagens é único (como em Evangelion) em sua própria maneira especial. É raro um elenco diversificado de personagens reúna cada um com suas próprias qualidades e reviravoltas que os espectadores não conseguiriam esperar. A dublagem dos personagens em si é muito bem feita, o que é mais um ponto positivo do anime.

As interações do Sawaki são bem legais de se ver; vemos que nem todos os fungos/micróbios são ruins e tem como até mesmo aprender mais sobre os mesmos, inclusive no final tem uma explicação do que cada fungo/micróbios é. Mas isso não é o que move exatamente a história, a história aqui é mais movida pelos secundários e as situações em que o Sawaki se envolve, além de, claro, a interação dele com outros humanos.

A comédia deste funciona muito bem, é muito divertida e te dá vários momentos para rir, bem longe de se tornar uma comédia chata de se ver. O humor usa muito seu poder de pensamento, os esquemas usados na série por Kawahama e Misato são muito legais, e ainda tem as situações provocadas pela natureza higiênica de Oikawa. Você apenas acompanha isso e vai rindo do que acontece, tudo acontecendo naturalmente.

A opening e a ending são bem legais, além das músicas em si serem boas. A OP mostra “situações” dos micróbios bem legais, e é mais uma pra série daquelas que você não sente vontade de pular. Assim como a ending, já que depois da mesma tem o teatrinho dos micróbios.

Além da ótima dublagem do anime, o design dos personagens é bem legal, o autor caprichou quando quis que cada personagem fosse diferente um do outro. Cada um tem suas características únicas que não se repetem e não se parecem “genéricas”, tudo isso misturado em prol de divertir a quem assiste.

A animação é bem simples, mas ao mesmo tempo flui e é também bem eficiente, os micróbios são uma mistura de 2D-3D que não ficou ruim, e a forma como foi feito conseguiu ser agradável aos olhos de quem vê o anime, sem incomodar em nada. E tudo citado aqui é um dos pontos chaves desse anime: a animação.

O fim de Moyashimon é mais um daqueles abertos, se fosse feito há uns tempos atrás este review, ficaria triste por não ter review e tal, mas se você está aqui, sabe que vai ter uma S2 na próxima temporada. Eu recomendo Moyashimon, é um anime excelente, mas que foi (assim como a maioria do que é falado aqui) esquecido pelo público em geral.

Dá tempo ainda de ver, então corre, e fica a torcida que a S2 mantenha o nível da S1 e não vire um anime zero à esquerda que só piora a cada temporada que se passa. Vamos que eu confio em vocês, seus micróbios moes!

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: