2 Comentários

As impressões finais do leve e agradável Papa no Iukoto o Kikinasai!

E acabou não sendo um desperdício, um dos animes mais divertidos da última temporada, Papakiki, ou Papa no Iukoto o Kikinasai! (ou Listen to Me, Girls, I’m Your Father! Em Inglês, na nossa língua Garotas me escutem, eu sou seu pai).

A história conta sobre o dia-a-dia da vida de um garoto universitário cursando o primeiro ano de Literatura japonesa.

Yuuta Segawa foi criado por sua irmã mais velha e a deixou mais tarde quando a mesma se casou com um homem que tinha duas filhas de casamentos anteriores, com isso, ele tentou se distanciar dessa família e mudou-se para longe.

Três anos mais tarde, sua irmã pede para ele fazer uma visita e cuidar de suas filhas, que colocarão a vida do jovem de cabeça para baixo quando descobrem posteriormente que seus pais desapareceram.

Ele agora terá que morar com as três filhas de sua irmã, sendo duas do casamento anterior que não tem relação sanguínea: Takanashi Sora (14 anos), Takanashi Miu (10 anos) e Takanashi Hina (3 anos) em uma casa pequena.

Sim, um dos animes mais divertidos da temporada passada e com méritos.

Como dito nas primeiras impressões, o anime continuou com quase nada de ecchi, mas claro com o moe bem alto, mas altamente agradável.

O ritmo do anime é bem normal, as vezes é lento, quanto rápido, mesmo com suas enrolações ainda continua sendo bem agradável.

Todos os personagens são legais aqui mesmo quem, no início, podia ser chato, foi ficando legal ao decorrer do anime.

O moe aqui é altamente agradável, já que ele dá mais carisma as personagens. E sim, a Hina é a coisa mais amorzinho que já existiu nos animes.

O tio continua sendo um cara bem normal, ele continua não irritando e nem sendo amado. A Sora continua uma novinha como é desde o começo, e ela, bem, ela tá melhorando, a parte que mais a odiei é a dos sonhos dela, aquilo foi um porre.

A Raika continua a mesma, com mais afeição à todas as meninas, ela quem assume ao papel de mãe (spoiler: e na S2 ela deve se casar com o Yuuta).

O anime ficou levemente mais engraçado desde o último post, mas o que vale aqui é a diversão proporcionada pelo anime, que mesmo sem rir, continua  divertindo bastante.

Nessa metade em diante do anime, apareceu a uma seiyuu que também foi bem legal, ela pode-se dizer, é a ídolo da nossa pequena e fofa Hina.

Enfim, o anime não é diversão pra família toda, mas diversão pessoal, como um ótimo entretimento, o anime deve ser assistido pensando em diversão.

Papakiki é um anime que eu recomendo. Simples, fofo, levemente engraçado, ele me agrada e me diverte, cumpre bem seu papel como anime de comédia escolar da temporada. E estamos aguardando a S2, brilha brilha estrelinha e me traga a S2 de Papakiki~

 

2 comentários em “As impressões finais do leve e agradável Papa no Iukoto o Kikinasai!

  1. Ainda tenho que terminar de ver PapaKiki, Ket-chan. D:

    Bem, quase dropei no primeiro episódio, assisti o segundo 3 semanas depois, juntamente com o terceiro, e bem, parei ali, não por desagrado, mas realmente porque prefiro deixar pra depois, pois é. XP

  2. O anime é bem maneiri, to esperando acabar de baixar o epi final. Hina é maneira….mas n queria que Raika ficasse com Yuuta….acaba fazend um cenário muito clichê

Faça um comentário, é de graça

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: